Fev10

Série | O que esperar de 2021? - Episódio 1 | Quais são as perspectivas econômicas para a indústria?

Realização
Detalhes
Data e Horário do evento
10.02.2021 das 10:00 às 11:30
Local do evento

Zoom Meetings

Idioma do evento
Português
Valores
Gratuito
Inscrições

Tema e Sinopse

A Câmara Brasil-Alemanha de São Paulo te convida a participar da série “O que esperar de 2021?”! 

Composta por três eventos, traremos temas de extrema importância para que todos possam se preparar para este ano. 
Neste primeiro episódio, teremos como tema: Quais são as perspectivas econômicas para a indústria?  

Programação: 

•    Abertura 
•    Palestra – Quais são as perspectivas econômicas para a indústria? 
•    Perguntas e Respostas 
•    Encerramento

Participe também do segundo episódio! 

11/02 - Episódio 2 | O que esperar da agenda de reformas em 2021?

Palestrante(s)

Fernando Honorato Barbosa – Economista chefe do Banco Bradesco 

Fernando Honorato Barbosa é atualmente economista-chefe e diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco. É também coordenador do Grupo Consultivo Macroeconômico da Anbima, membro do conselho superior de economia da Funcex, membro convidado do G100 e da comunidade de economistas-chefes globais do Fórum Econômico Mundial. Durante seus 18 anos na organização Bradesco, já ocupou diversas posições. Foi superintendente executivo e economista-chefe, além de responsável pelas áreas de pesquisa de credito e ações do Bradesco Asset Management (2011-2016), economista-chefe adjunto do Departamento de Economia do banco (2008-2011), economista-chefe do Bradesco BBI (2007-2008) e economista sênior do Bradesco de 2003 a 2007. Ele tem experiência de 20 anos em análise econômica e tem artigos publicados em revistas, jornais e livros no Brasil e no exterior. Bem como a sua experiência com o Bradesco, ele também trabalhou para o BBVA, BankBoston e Rosenberg & Associados. Fernando Honorato Barbosa tem mestrado e graduação em Economia pela Universidade de São Paulo (USP) e PMD em gestão pelo IESE. Seu trabalho acadêmico concentra-se no setor externo brasileiro e políticas macroeconómicas desde o plano Real. Ele é um participante regular em eventos organizados pelo Banco Central do Brasil, Ministério da Fazenda, Tesouro Nacional, FMI e Fórum Econômico Mundial.

Observações

  •  
Voltar